7 idéias para renovar seu casamento

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

“Pois ninguém jamais odiou o próprio corpo, antes o alimenta e dele cuida”. Efésios 5:29

Começar um novo ano nos dá a chance de repensarmos a respeito de muitos aspectos da vida e com isso, renovar nossos votos e objetivos. Muitas pessoas gostam de fazer promessas ou construir metas para o ano que se segue, com o objetivo de melhorar a vida espiritual, material e também os relacionamentos. Por isso, hoje te convidamos a aproveitar esse momento para refletir e buscar a renovação do seu casamento, namoro ou até mesmo amizades com as quais não está tão satisfeita atualmente ou mesmo uma medida preventiva para melhorar algo que já é excelente.

Todo relacionamento afetivo começa com muito cuidado. Por mais que não admitamos para nós mesmos, ninguém se apresenta ao outro exatamente como é logo de cara. Policiamos nossas palavras, nos importamos com nossa aparência, procuramos ser agradáveis e legais para que a proximidade aconteça e o sentimento evolua. 

Em especial no namoro, buscamos sempre agradar ao outro, seja dando-lhe presentes, usando de palavras agradáveis, através de gestos altruístas ou realizando boas ações. Os primeiros meses, costumam ser os mais “melosos”, onde os apaixonados não medem esforços para surpreender e declarar todo seu amor ao outro. Geralmente, esse comportamento se estende para os primeiros anos do casamento, mas depois, com o tempo e a rotina, muitas esposas e maridos também, reclamam que as coisas não são mais as mesmas. E as pessoas começam se perguntar: O que aconteceu? Será que o amor acabou? 

Primeiramente, queremos ressaltar uma coisa muito importante: ninguém é o mesmo a vida toda. As situações mudam as pessoas, as experiências nos transformam, e com o passar dos anos, as qualidades e os defeitos começam a se revelar e os traços de caráter surgem na sua verdadeira forma dentro do relacionamento. A maneira como passamos pelas dificuldades, as vitórias que alcançamos e as descobertas da caminhada, modificam nossos sentimentos mutuamente. As necessidades diárias e das rotinas de trabalho, estudo etc também nos modificam e alteram a forma como tratamos e somos tratados. Apesar de parecer ruim, esse processo faz parte da vida, do amadurecimento e  desenvolvimento humano. O que não pode acontecer é o amor ser sufocado por todas essas coisas e nos tornamos uma versão pior para nós mesmos e para nosso parceiro. Quando isso acontece, o amor é colocado em xeque e o relacionamento fica abalado.

Em Marcos 10:8 é dito que quando um homem e uma mulher se casam, eles se tornam uma só carne e, baseados no texto bíblico de Efésios, fica evidente a responsabilidade em cuidar um do outro como se fosse a si mesmo em TODOS os aspectos: espiritual, físico e emocional. E como fazer isso de forma prática, mantendo a chama do amor viva e renovando o casamento? Pontuamos abaixo algumas atitudes simples que fazem toda a diferença:

1 – Cultivem a alegria – No começo do relacionamento, tudo parecia divertido e ambos sorriam por qualquer coisa. Que tal voltar a sorrir? Encontrem coisas leves e engraçadas para darem risada juntos e acima de tudo cultivem a verdadeira alegria: a que vem da gratidão. Agradeçam um ao outro por tarefas realizadas e gentilezas, e agradeçam também e, principalmente a Deus por tudo, das coisas mais simples às mais complexas. Sorrir libera hormônios de bem-estar e aproxima as pessoas. Sorriam muito e sempre!

2 – Cuidem da imagem – Toda vez que tinham um encontro, escolhiam cuidadosamente a roupa, arrumavam os cabelos, passavam perfume e tomavam outros cuidados com a imagem e com o corpo. Se esse cuidado não existe mais, é necessária uma mudança de postura de forma a estarem sempre apresentáveis e asseados um para o outro. Cuidar da imagem também diz respeito à saúde, então, identifiquem os maus hábitos de alimentação e sedentarismo que tem sido cultivados e são responsáveis também pelos quilos a mais do casal, e juntos, construam hábitos melhores. Realizem atividades físicas juntos como ir à academia ou caminhadas e fiquem bem com seus corpos individualmente e para dar o melhor um ao outro. 

3 – Elogiem e usem bem as palavras – Lembram do começo do casamento quando sempre elogiavam um ao outro e falava de forma bondosa mesmo quando eram contrariados? Pois voltem a fazer isso, cuidando das palavras, procurando não ferirem-se propositalmente, tratando um ao outro com bondade e elogiando-se pelas coisas boas que fizerem. Aqui cabe também voltarem a chamar por apelidos carinhosos que foram esquecidos, e serem educados saudando-se pela manhã, desejando Boa noite, falando Obrigada, Por nada, Com Licença, e Por favor. Pequenas gentilezas que costumamos fazer com desconhecidos e muitas vezes, deixamos de fazer com a pessoa que amamos. Volte a fazer uso inteligente dos elogios e das palavras! 

4 – Deem Presentes – Muitos casais namoram com orçamento curto, e mesmo assim, conseguem se organizar para presentear um ao outro. Mas, pode ser que não estejam com dinheiro sobrando para comprarem presentes, mas o importante é o gesto em si. Não é necessário um presente caro e comprado, pode ser uma coisa simples ou feita artesanalmente, que tenha um valor para o casal, ou que seja significativo para um dos dois. Flores colhidas de algum lugar, um recadinho no espelho pela manhã, um bilhete dentro da gaveta, até mesmo algo que era importante e ficou esquecido, que merece um novo embrulho e um lugar de destaque novamente. Prepare o objeto, crie um clima e entregue em um momento especial.

5 – Voltem a namorar – Lembra de quando estavam sempre buscando atrair a atenção um do outro, paquerando, planejando passeios e momentos para passarem juntos? Voltem a fazer isso. Separem um tempo para ficarem à sós, façam passeios em lugares que gostam, assistam um filme, façam uma noite diferente, prepare um jantar especial, um programa à luz de velas, qualquer coisa que saia da rotina e que aproxime os dois. Mandem mensagens de texto em momentos inesperados, coloquem pequenos bilhetes e cartinhas dentro de gavetas, postem uma declaração inesperada ou uma foto romântica como faziam à época do casamento. Voltem a namorar, colocando de lado por alguns momentos, as preocupações diárias e costumeiras. Reacendam a chama da paixão!

6 – Adorem a Deus – Orem juntos, cantem louvores que gostam, leiam a Bíblia, vão à igreja e participem das atividades religiosas juntos como faziam durante o namoro. Se nunca fizeram isso antes, comecem cultivar o hábito de faze-lo. Importante também é orar um pelo outro. Sim, ao invés de crititcar ou buscar corrigir aquilo que te desagrada no seu par, ore por ele. Peça a Deus que o anime, que o ilumine e dê forças para torna-lo vencedor sobre suas dificuldades. Quanto mais orarem um pelo outro, mais se aproximarão de Deus e um do outro. Não se esqueçam que um bom relacionamento conjugal começa com um bom relacionamento com Deus, juntos e individualmente. 

7 – Nunca desista – Pode ser que apenas um dos pares se esforce para renovar as primeiras atenções e sinta-se lutando sozinho. Ainda assim, não desista de continuar, e persevere fazendo o que está ao seu alcance. Coloque nas mãos de Deus e faça sua parte, acreditando que os resultados virão. 

Apesar dessas dicas parecerem muito básicas, se forem cultivadas se mostrarão de grande valia para manter o relacionamento saudável e principalmente reconstruir aquilo que está se desfazendo.  Muitas outras ações podem ser feitas, fazendo uso da regra de ouro escrita em Mateus 7:12: “Tudo que quereis que os outros vos façam, fazei vós também”. É desejo de Deus ver relacionamentos restaurados a cada dia, portanto, peça à Ele sabedoria, faça sua parte e usufrua das bênçãos que Deus tem reservada à todos que O amam.

Deise Caroline

Deise Caroline

A Deise é formada em Pedagogia pela UNESP, tem pós graduação em Psicopedagogia pela UEL, e atualmente é aluna do curso de Psicologia pela UFPI. Já trabalhou na área da Educação Infantil, e realizou projetos na área da Psicanálise, tema este que a cativou e desde então, ela tem buscado falar a jovens e adultos acerca de temas que envolvem relacionamentos interpessoais e o cristianismo. Atualmente aguarda o nascimento da primeira filha, Catarina. Gosta de comidinhas caseiras, leitura, escrever, viajar e conhecer novos lugares e pessoas. Uma amante da vida, que sonha com os pés no chão e deseja compartilhar e aprender com os jovens, de forma a contribuir com o desenvolvimento emocional e espiritual da juventude da sua igreja, visando o alvo supremo: a coroa da vida eterna.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Posts Relacionados

Reflexões
Quezia Freire

Cartas vivas

No século de 1900, elas eram o “Whatsapp” do momento. Fico imaginando a sensação de saber que uma correspondência havia acabado de entrar no porta

Relacionamentos
Evelyn Gessner

3 passos para fazer novas amizades

Lembre-se daquele dia em que o vento soprava com tanta força que você podia ouvir o tom agudo sussurrando nas árvores e batendo nas janelas

Relacionamentos
Deise Caroline

Talhados Por Deus

“Todavia, Ele conhece bem o caminho por onde passam meus pés; se me colocar à prova, constatará que sairei puro como o ouro refinado”. Jó