Quero receber a newsletter TGW!

Como dar mais liberdade aos seus filhos

E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.

Efésios 6:4

Eu sei, eu sei, o título parece loucura, não é? Como dar mais liberdade aos meus filhos? “Eles já têm demais!” você pode estar pensando. Bem, deixe-me explicar.

Como professora, muitas vezes cometi o erro de dirigir minha sala de aula com muita negatividade: “Não coloque a borracha no apontador de lápis!” “Não coma o experimento científico!” “Não saia da sala de aula sem pedir!” Não faça isso, não faça aquilo.

As restrições são boas, elas estão presentes para manter meus alunos seguros e a ordem é importante na sala de aula, mas administrá-la como um treinamento militar não é o melhor método para o desenvolvimento de meus alunos. Cada aluno é único e tem um histórico diferente. É importante levar isso em consideração ao lidar com eles. É por isso que, em vez de sempre dizer “Não!” para meus alunos e ficar chateada com eles quando fazem algo errado, tento usar uma abordagem mais construtiva. Pergunto a eles por que eles sentiram a necessidade de fazer o que fizeram, tentando entender o que motivou essa ação. Meu objetivo é dar a eles a liberdade de compartilhar seu raciocínio para ajudá-los a entender que são livres para se expressar de uma maneira que não seja prejudicial para si ou para os outros. Feito isso, espero que da próxima vez que forem tentados a colocar uma borracha em um apontador de lápis, por exemplo, eles pensem em uma maneira mais construtiva de liberar sua energia e desviá-la para algo mais útil.

Esse princípio de dar às crianças a liberdade de se expressarem enquanto ensinamos maneiras apropriadas e construtivas de fazer isso, pode ser aplicado a qualquer pessoa que tenha crianças em casa. Especialmente agora que muitas famílias estão passando mais tempo que o normal em casa com seus filhos, é fácil cair na tentação de administrar seu lar como um campo de treinamento: “Não coma os biscoitos agora!” “Não faça bagunça na sala!” Não faça isso, não faça aquilo. É um equilíbrio precário: você não pode dar liberdade ilimitada a seus filhos ou eles vão virar a casa de cabeça para baixo, mas você também precisa ter cuidado para que eles não sintam que estar em casa significa uma lista de regras intermináveis ​​que parecem arbitrárias em suas mentes jovens.

Um ato de equilíbrio

Acredito que podemos encontrar o equilíbrio perfeito, observando nas Escrituras a maneira de Deus lidar com Seus filhos humanos, Adão e Eva. No início, quando o homem e a mulher foram criados, eles receberam muita liberdade. Gênesis 2:16 nos diz que “Ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás livremente.” No entanto, a Bíblia não para por aí. No versículo 17, Deus diz: “mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” A árvore. Uma árvore dentre centenas, talvez milhares, talvez milhões de árvores no jardim das quais eles poderiam comer livremente. Isso ilustra para nós que Deus nos da uma vasta quantidade de liberdade. De todos os prazeres que Deus deu a Adão e Eva, a única restrição foi que eles não comessem da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal. Deus confiou a eles responsabilidade pessoal, o que permitiria crescimento pessoal, mas eles escolheram agir de forma irresponsável e rebelde.

Como pais, é importante reconhecer que a única maneira de permitir que seus filhos cresçam pessoalmente e aprendam a tomar decisões sábias é confiar-lhes uma certa quantidade de responsabilidade e liberdade. Isso é arriscado. A liberdade é sempre arriscada. Seu filho pode optar por fazer a escolha errada. Obviamente, você deve garantir que as consequências dessas escolhas não sejam perigosas ou prejudiciais para seu filho ou outras pessoas, mas haverá riscos envolvidos na educação de crianças para que tomem decisões responsáveis. No entanto, a recompensa supera o risco. Permitir que seus filhos cometam erros menores em casa enquanto você pode ensiná-los a escolher com mais sabedoria da próxima vez, é muito melhor do que depois eles cometerem grandes erros quando você não estiver mais lá para orientá-los. Quando se depararem com escolhas que terão sérias consequências, estarão em uma posição muito melhor para raciocinar suas escolhas e tomar uma decisão sábia e ponderada.

Dito isto, nunca devemos esquecer que, sem o Espírito de Deus nos guiando nenhum de nós jamais tomará uma decisão sábia. É por isso que é de vital importância que os pais ensinem seus filhos a se entregarem a Cristo e reconhecer o Espírito Santo falando em seus corações. Os pais também devem orar para que seus filhos sejam guiados pelo Espírito Santo ao aprenderem a exercitar sua liberdade de maneira piedosa.

Então, quais são os passos que você pode seguir para dar mais liberdade aos seus filhos? Aqui estão 5 passos que podem ajudar seus filhos a se tornar mais responsável e aprender a tomar decisões sábias:

  • Responsabilizá-los por uma tarefa grande e importante. Dê a eles um trabalho específico que ninguém mais tem e os responsabilize. Por exemplo, diga a eles: “Você sera responsável para dar comida para o cachorro; portanto, se o cachorro não for alimentado, vai ser sua culpa.”
  • Permita que façam ‘bagunças organizadas’. Dê a eles a liberdade de cozinhar com você, fazer artesanato, lhe ajudar no jardim, limpar o carro ou varrer a casa em preparação para o sábado. Todas essas pequenas coisas podem levar tempo. Você pode estar pensando: “Não tenho tempo para limpar a bagunça que eles deixam depois que ‘ajudam.'” Mas lembre-se de que você não precisa fazer isso todos os dias. Tome um dia de cada vez. Comece devagar. Talvez tire um tempo para permitir que cozinhem com você uma vez por semana. Depois de um tempo, eles poderão te ajudar a fazer pão às sextas-feiras. Quando você menos perceber, não precisará mais fazer pão para o sábado toda semana! Eles se tornarão mais independentes, mais úteis e você terá tempo para fazer outras coisas porque agora tem um “grande” ajudante.
  • Permita que cometam erros. Às vezes, quanto mais você diz “NÃO!” aos seus filhos, mais eles querem fazer o que você está dizendo para eles não fazerem. Às vezes não tem problema deixá-los cometer erros. Eles terão a oportunidade de aprender com isso. E lembre-se de que quando você precisar corrigir seus filhos, faça isso no temor de Deus.
  • Ensine seus filhos a fazer as coisas por si mesmos. Sei que é muito difícil, especialmente quando eles parecem estar crescendo muito rápido, mas a melhor maneira de dar mais liberdade aos seus filhos é ensiná-los a serem independentes. Seguir fazendo tudo por eles é mais prejudicial do que permitir que eles cresçam. Desapegue e confie seus filhos aos cuidados de Deus. Foi Ele quem te abençoou com eles e se você fez tudo o que pôde para educá-los com o temor do Senhor, não há mais nada que possa fazer a não ser submetê-los aos Seus cuidados.
  • Confie em seus filhos. É muito importante que os pais construam um relacionamento com os filhos em que possam confiar. Isso não acontece da noite para o dia. Acontece ao longo do tempo através de amor e devoção constante e de ouvi-los constantemente, tornando-se seus melhores amigos. Seja a melhor amiga de seus filhos, pois assim não esconderão nada de você. Eles compartilharão seus segredos mais profundos com você e, assim, você será a maior influência em suas vidas. Eles valorizarão seus conselhos acima dos conselhos de seus amigos e seu relacionamento florescerá em algo lindo.

Foto: @gaby_anunfinishedstory

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar
Girl writes in journal
The Girl Writes is a space created by women for women. Everything in a faith-based perspective. No adaptations necessary. Learn more.

Related Posts

Cartas vivas

Na década de 1900, elas eram o “Whatsapp” do momento. Fico imaginando a sensação de saber que uma carta havia acabado de entrar na caixa

LER MAIS »

Talhados Por Deus

Todavia, Ele conhece bem o caminho por onde passam meus pés; se me colocar à prova, constatará que sairei puro como o ouro refinado”. Jó

LER MAIS »
pt_BR