Quero receber a newsletter TGW!

Por que falar sobre sexualidade?

O meu povo tem perecido porque lhes falta conhecimento […]

Oséias 4:6

Por milênios as pessoas têm relações sexuais e procriam, porém, muitos erros são cometidos nessa esfera. O fato de o homem ter se afastado das coisas naturais, gerou muitas dúvidas, mitos e tabus em torno daquilo que era para ser simples. A sexualidade precisa ser entendida em sua amplitude e propósitos, mas para tanto é necessário uma mente disposta a se renovar no conhecimento da verdade, guiada pelo espírito de amor e sabedoria, que é dom de Deus.

Há um sem-número de mulheres atormentadas por medos e culpas infundadas, que vivem oprimidas e angustiadas com o fardo de traumas sexuais, por não saberem que há cura para os seus males. Hábitos errôneos, comunicação insatisfatória, ausência de autoconhecimento e a negação pela busca de ajuda profissional, são causadores de uma saúde sexual comprometida. Quase sempre, agregados a esses fatores, encontram-se comprometimentos físicos e emocionais que, geram situações capazes de desestruturar uma família e destruir a qualidade de vida pessoal. São exemplos: uma má alimentação que gera candidíase; relações sexuais desprotegidas como um meio de contrair doenças; uso de método contraceptivo inadequado que diminui a libido; higiene inadequada que gera infecções; ausência de preliminares e posições repetitivas que geram inflamações e muitas outras.

Nunca é tarde para buscar ter saúde em todos os aspectos e poder usufruir de forma satisfatória daquilo que foi dado por Deus. Para tanto, existem alguns passos a serem seguidos:

  1. Conhecer a Deus e Seus mandamentos, amar a Sua lei e obedecer-lhes de bom coração. Isso trará discernimento para que escolhas sábias sejam tomadas, individualmente e também dentro de um relacionamento.
  2. Autoconhecimento é imprescindível. Conhecer anatomia e fisiologia é um dever absoluto de qualquer pessoa que tenha um corpo e deseje usá-lo.COL, 223-224). Nosso corpo é o templo do Espírito Santo e somos colocados como mordomos desse patrimônio. Conhecer-se implica em observar-se, compreender os fenômenos biológicos e respeitá-los.
  3. Buscar informação correta, ter honestidade na avaliação dos fatos e, se necessário, procurar ajuda profissional.

Seguir esses passos, pensar e estudar sobre o assunto é um ato de amor por si própria e por seu matrimônio. Busque viver de forma confortável e saudável e não tenha medo do assunto. Fique de olho que, em breve teremos mais sobre essa temática por aqui.

1 comentário em “Why Should We Talk About Sex?”

  1. Pingback: O orgasmo, o que é e o que o inibe?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pesquisar
Girl writes in journal
The Girl Writes is a space created by women for women. Everything in a faith-based perspective. No adaptations necessary. Learn more.

Related Posts

Rose wrinkled paper background with cut out image of curly haired woman smiling into camera

Livre, leve e cacheada

Tenho 27 anos e cabelos cacheados. O que isso tem a ver? Simples. Uma garota de cabelos cacheados há pelo menos 17 anos, não tinha

LER MAIS »
pt_BR